Continuar Comprando

Complete sua compra:
Hidratante labial vegano com rosas e esqualano R$89
Faixa de Cabelo Biossance R$15

Aprenda o que é autocuidado e quais são os principais tipos

23 novembro, 2020

Fazer as unhas, cortar o cabelo e colocar a skincare em dia: estas ações são facilmente classificadas como autocuidado. Porém, se você acredita que cuidar de si mesma se resume a procedimentos estéticos e afins, é preciso dizer que está enganada. 


Apesar de ser um assunto muito discutido, poucas pessoas sabem o que é autocuidado. Aliás, você saberia explicar esse conceito? Se a resposta for negativa, não se preocupe, pois, preparamos um conteúdo exclusivo com tudo o que você precisa saber sobre o tema. Vamos lá! 

 

Definição de autocuidado 

Sabe quando você escuta que deveria se cuidar mais? Calma, não precisa entender esse conselho como uma ofensa, já que ele não é direcionado à sua aparência física, mas a um sentido mais amplo. Vamos explicar melhor.


Autocuidado é tudo aquilo que você faz para si mesma, com o intuito de ter melhor qualidade de vida. Isso pode incluir desde ir à manicure até praticar atividades físicas e tirar um tempo para você. Ou seja, são todas as ações que te causam satisfação e que, ao mesmo tempo, cuidam de você: do corpo à mente.


Com isso, surge outro fato que poucas pessoas conhecem: há diferentes tipos de autocuidado. A seguir, confira alguns dos principais e os benefícios de cada um deles. 

 

Autocuidado físico

O autocuidado físico é um dos tipos mais comuns. Isso porque, quando seguimos o conselho de cuidarmos de nós, a ideia mais comum é reiniciar a academia, mudar a cor do cabelo, fazer procedimentos estéticos para realçar a beleza e mais diversas ações que refletem diretamente na nossa imagem. 


Mas, além disso, o autocuidado físico mantém a nossa saúde em dia. Uma alimentação balanceada, o sono regulado e até a prática de algum hobby ajudam a afastar o estresse e possíveis doenças. Sabe o que mais pode ser feito para manter o autocuidado físico e a autoestima lá em cima? Veja: 


  • dançar e cantar sua música favorita;
  • ler aquele livro que você abandonou;
  • brincar com o seu pet;
  • tomar um banho relaxante;
  • reorganizar a sua agenda para ter um tempo livre maior;
  • colocar as séries em dia;
  • arriscar-se na cozinha, fazendo o seu prato favorito;
  • aprender algo novo;
  • fazer um spa em casa;
  • meditar,
  • iniciar um esporte diferente.

Tudo aquilo que contribui para a sua saúde física e ajuda a desestressar é válido para manter uma rotina de autocuidado físico!

 

Autocuidado emocional

Uma coisa é certa: alimentar sentimentos ruins faz com que a gente se sinta mal, e isso reflete não apenas no nosso lado sentimental, mas também no físico. Por isso, é importante manter uma rotina de autocuidado emocional.


Ao contrário do que muitos possam imaginar, o autocuidado emocional não afasta apenas a tristeza, o estresse e demais sentimentos ruins, mas faz com que você se conecte melhor aos seus sentimentos. Assim, você passa a ter mais clareza do que está sentindo em determinadas situações. 


Olha só algumas coisas que você pode fazer como autocuidado emocional: 

  • reservar um tempo para pensar e analisar tudo aquilo que não está indo muito bem, como uma crise no relacionamento, por exemplo;
  • ter um diário em que você é 100% honesto sobre seus sentimentos;
  • aceitar suas emoções e não julgá-las;
  • conversar com aquele amigo ou familiar que te escuta e entende;
  • tirar um momento para ficar sozinho;
  • caso não goste de ficar só, reunir-se com os amigos para jogar conversa fora;
  • fazer uma lista com tudo aquilo pelo que você é grato,
  • contemplar a natureza.

 

Autocuidado espiritual

Assim como no autocuidado emocional, neste tipo, você exercita o equilíbrio dos seus sentimentos, mas com o diferencial de que o objetivo é alimentar as melhores emoções e te deixar ainda mais próximo da autoconfiança


Para quem tem fé, essa também é a oportunidade de fortalecer a crença. Isso não quer dizer que você deva ir, obrigatoriamente, às missas todos os domingos, mas, quem sabe, retomar algumas atividades voltadas para a religiosidade das quais você sinta falta. 


Algumas ações que podem fazer parte de sua rotina de autocuidado espiritual são:

  • meditar;
  • mudar comportamentos que você considere como falhas;
  • analisar seus valores e suas crenças;
  • participar de algum serviço social,
  • fazer atividades que te inspiram, como fotografar, viajar, conversar com alguém específico, etc.

 

Regra do autocuidado

Além desses tipos de autocuidado, há inúmeros outros. Para ter uma rotina de cuidados para sua vida, há apenas uma regra: fazer aquilo que te faz bem. Se você tentou meditar e não gostou, por exemplo, busque outra atividade que te proporcione um sentimento mais agradável.  


Além de fazer com que você se conheça mais a fundo, o autocuidado tem o objetivo de despertar melhores sentimentos e sensações. Dessa forma, você ficará cada vez mais próxima do equilíbrio entre corpo, mente e espírito. 

 

Acompanhe o blog Biossance

Gostou de aprender um pouco mais sobre a importância do autocuidado? Então, se quer conferir mais dicas como essa, não deixe de acompanhar nossas publicações! No blog da Biossance, o Lab Notes Blog, você encontra diversos outros assuntos, que te ajudam a manter a beleza e as novidades em dia.

×