Continuar Comprando

Complete sua compra:
Faixa de Cabelo Biossance R$15
Saquinho de Linho Tamanho G R$26
Espátula Rosé Gold R$49

Compostagem doméstica: o que é e qual a sua importância

02 junho, 2021

Compostagem doméstica: o que é e qual a sua importância

Gosta de jardinagem e quer incrementar a sua hortinha de casa? A compostagem doméstica é uma ótima prática para cuidar das suas plantas, além de contribuir para que o meio ambiente fique sempre saudável. Isso porque ela ajuda a reduzir a quantidade de lixo, causando menor impacto no planeta.

Apesar de muito benéfica, essa tarefa ainda não é tão conhecida. Pensando nisso, preparamos um guia completo sobre o que é e como fazer compostagem doméstica. Se interessou pelo assunto? Então continue lendo nosso artigo para colocar esse processo em prática!

O que é compostagem doméstica?

Afinal, o que é compostagem? Este é um processo de decomposição e reciclagem de matérias orgânicas, como sobras de alimentos e fezes de animais. O resultado disso é um composto orgânico (uma “terra preta”), que pode ser utilizado para melhorar o solo das suas plantinhas.

Conhecida também como “reciclagem de resíduos”, essa técnica transforma o lixo do dia a dia em algo novo. Mas os benefícios não param por aí! Além de ser muito benéfica para a saúde do planeta, a caixa de compostagem doméstica gera adubo, sendo excelente para o cuidado de plantas e hortas.

Durante o processo, sua compostagem caseira ganhará um líquido percolado, o chorume, que funciona como um ótimo fertilizante. Porém, é importante que ele seja controlado para evitar contaminações no meio ambiente. Com conhecimento e cuidado, é possível realizar essa atividade de forma fácil e prática.

Como a compostagem doméstica ajuda o meio ambiente?

A preocupação com a natureza e as consequências da poluição são assuntos que sempre são abordados. Afinal de contas, a saúde do planeta afeta a vida de todos. É por esse motivo que é importante procurar formas de contribuir para a manutenção do bem-estar de nossas reservas naturais.

Assim como a separação de lixos, a compostagem doméstica é uma grande ajuda para isso. De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, em 2015, os brasileiros geraram aproximadamente de 32 milhões de toneladas de lixo orgânico. Apesar de decompor facilmente, esse material gera gás metano.

O acúmulo de lixo também gera chorume, que pode prejudicar o solo e os lençóis freáticos. A boa notícia é que o uso da composteira, seja ela grande ou pequena, ajuda a diminuir o impacto desses resíduos orgânicos. Se cada um fizer a sua parte, a liberação de elementos tóxicos na natureza diminui.

Como fazer a compostagem doméstica?

Depois de descobrir o que é e para que serve a compostagem, a dúvida que fica é: como fazer em casa? Para fazer esse processo, você vai precisar da ajuda de minhocas. Sim! Mas tenha calma, pois vamos explicar direitinho como isso funciona.

o que e compostagem
A compostagem com minhocas é o método mais popular. Ao apostar nos insetos corretos, você faz esse processo até mesmo em um apartamento. Para fazer isso, a composteira conta com três compartimentos. Eles ficam um sobre o outro e cada uma possui uma função específica na compostagem.

Organização da compostagem

A caixa superior recebe o lixo orgânico, aquele que geralmente fica localizado na lixeira da sua cozinha. Para permitir que as minhocas passem por essa matéria, é importante que ela tenha pequenos furos no fundo. Também é importante adicionar folhas e gravetos, tomando cuidado para que não atrapalhem a passagem de ar.

Importantes na decomposição, as minhocas ficam na caixa intermediária. Assim, como na opção acima, a composteira precisa ter furos no fundo e na tampa. Porém, é importante que a base tenha um filtro impedindo que os animais e a terra escapem para o outro compartimento.

Essa caixa deve ser preenchida com terra e muitas minhocas, que irão decompor os resíduos na caixa de cima. Com o tempo, a base intermediária será um valioso húmus desses insetos, trazendo um poderoso adubo para suas plantas.

A última caixa é exclusiva para armazenar chorume, um líquido gerado por meio do processo de compostagem. Aqui, também é importante que a tampa conte com furos para que o chorume escorra sem problemas. Mas vale lembrar que o fundo desse compartimento tem que ser impermeável.

Resíduos para adicionar na composteira

O que usar na compostagem? Existem resíduos que são ótimos para gerar um bom adubo para sua hortinha. Entre eles estão as seguintes opções:

  • Verduras;
  • Legumes;
  • Folhas secas;
  • Borra de café;
  • Casca de ovo;
  • Restos de jardim;
  • Saquinhos de chá;
  • Frutas não cítricas.

Lembre-se de que esse sistema é pequeno e não tem capacidade para decompor todo o lixo comum, por isso, resíduos de carne, alho, cebola e papel higiênico ficam de fora. Frutas cítricas, como laranja e limão, também precisam ser adicionadas com moderação para que não afetem o bem-estar das minhocas.

Acompanhe as novidades do blog Biossance!

Agora que você já sabe qual a importância da compostagem, que tal adicionar esse sistema na sua casa? Assim, você conseguirá cuidar muito melhor das suas plantinhas e do meio ambiente. Saiba mais sobre os cuidados com o meio ambiente e a importância dele em nossas vidas conferindo nossos demais conteúdos!




×