Continuar Comprando

Complete sua compra:
Hidratante labial vegano com rosas e esqualano R$89
Guasha de Quartzo Rosa Biossance R$79

Conheça 6 tipos de alergia na pele e como identificá-las

01 novembro, 2021

Conheça 6 tipos de alergia na pele e como identificá-las

Sentiu uma coceirinha em alguma parte do corpo e percebeu que o local ficou vermelho, áspero ou cheio de bolinhas? Saiba que você pode ter passado por um episódio alérgico muito comum em alguns tipos de alergia na pele

Embora seja uma situação bastante incômoda, existem cuidados que ajudam na prevenção e no tratamento de diferentes quadros de alergia na pele. Continue a leitura para descobrir quais são os principais casos, como identificá-los e qual é a melhor maneira de se cuidar.

Alergia na pele: o que é?

Antes de conhecer os tipos de alergia na pele, é importante entender que essa irritação consiste em uma reação inflamatória que acontece por diversos motivos. Um dos mais frequentes é a reação a alguma substância alergênica.

Como bem sabemos, além de ser o maior órgão do nosso corpo, a pele nos protege de agressões externas como bactérias, fungos, produtos químicos, etc. “Por isso, é comum aparecerem sintomas alérgicos em diferentes locais, especialmente em áreas mais expostas, como mãos, pés, braços e pernas”, explica Ana Lia Vandoni, Gerente de Educação Global da Biossance. 

Sintomas

Quais são os sintomas de alergia na pele? Se você sentir coceira, vermelhidão, mudança de textura, descamação e bolhas, fique de olho. Vale lembrar que essas reações podem aparecer tanto juntas quanto separadas. 

Causas

Como dissemos anteriormente, as reações alérgicas aparecem por diversos motivos, afinal estamos em contato com substâncias, sejam químicas ou até seres vivos, o tempo inteiro. Sendo assim, tudo pode ser uma causa.

Porém, existem alguns fatores que podem contribuir no surgimento de alguns tipos de alergia, como é o caso dos produtos químicos (desodorantes, detergentes, perfumes, entre outros), medicamentos, suor, roupas e alimentos. 

Diagnóstico

Sua pele apresentou alguns dos sintomas mencionados acima? Consulte um médico especializado quanto antes. Esse profissional vai avaliar a sua situação, indicando o melhor tratamento para alergia

Tratamento

“O primeiro passo é interromper o contato com a substância que causou a alergia, para evitar que a inflamação aconteça novamente”, instrui Ana Lia. Manter a pele bem-hidratada também é uma ótima dica para reforçar a proteção dela e, consequentemente, diminuir o risco de novas irritações. 

Já está sentindo os sintomas, mas não sabe o que fazer? Calma! “Consulte um dermatologista e ele vai encontrar a opção de tratamento perfeita para o seu caso. Geralmente, ele é feito com cremes, pomadas, medicamentos anti-histamínicos e moduladores imunológicos, que aliviam os sintomas, além de agirem na causa da irritação”, aconselha Ana Lia.

Principais tipos de alergia na pele

Agora que a gente já sabe um pouco o que é alergia, os sintomas, a causa e o tratamento, chegou a hora de descobrir quais são os principais tipos de alergia na pele. Estar por dentro desse assunto nos ajuda a fazer escolhas mais conscientes durante nosso autocuidado, potencializando a prevenção. Vamos lá?

1) Alergia ao sol

Alergia ao sol existe? Sim, e é mais comum do que parece, já que é causada pela exposição excessiva aos raios solares. Aliás, ela pode se agravar quando não fazemos o uso correto e regular do protetor solar.

tipos de alergia na pele

A dica para descobrir se você tem esse tipo de alergia é observar se, após pegar sol, sua pele fica com bolinhas avermelhadas nas partes mais expostas. Se isso acontecer, já sabe: busque um médico mais próximo. 

2) Alergia nervosa

Aqui, as principais causas podem ser os momentos de estresse ou quadros de depressão e ansiedade. Por isso, é muito importante manter os cuidados com o corpo e a mente. 

A alergia nervosa é caracterizada pela coceira, que geralmente aparece sem motivo. A vermelhidão e algumas lesões são outros sintomas que podem surgir em quem tem esse tipo de reação alérgica, principalmente secundárias ao ato de coçar a pele. 

3) Urticária

A urticária alérgica é caracterizada pelo surgimento de lesões avermelhadas nas camadas superficiais da pele que migram (mudam de lugar) a cada 24 horas. Ela apresenta muita coceira e pode se espalhar por todo o corpo, mas não é contagiosa. 

Entre as principais causas, estão: alimentação, medicamentos e contato com substâncias como látex e tinta. 

4) Angioedema 

De mesma origem da urticária, o angioedema atinge as camadas mais profundas da pele, causando cólicas abdominais, dores e inchaço nos lábios, nos olhos, nas mãos e nos pés.

Casos mais graves podem apresentar problemas respiratórios e choque anafilático. Eles podem ser motivados por origem genética, câncer, doenças infecciosas ou autoimunes, tireoide e fatores ambientais. Nesse caso, é importante procurar um pronto-socorro com urgência.

5) Dermatite de contato

Como o próprio nome sugere, a dermatite de contato é uma alergia causada pelo contato com substâncias específicas, tais como produtos químicos. Os sintomas são: inchaço, bolhas, coceira, queimação, lesões vermelhas e ressecamento.

Geralmente, os responsáveis por essa irritação são cremes, sabonetes, perfumes, maquiagens, plantas, remédios, produtos com látex, bijuterias, entre outros. A dica aqui para evitar essa situação é trocar os produtos alergênicos por opções com fórmulas limpas e calmantes.

“O diagnóstico pode ser feito através do Patch Test, um teste que avalia de 30 a 40 substâncias presentes em cosméticos tradicionais e vários outros produtos”, explica Vanessa Ottoboni, a dermatologista da Creamy.

6) Dermatite Asteatósica (pele seca)

“Uma dermatite muito comum em idosos e em quem toma banho muito quente e prolongado, ou utiliza sabonetes muito agressivos, como os antissépticos. Há uma diminuição dos componentes da barreira de proteção da pele, deixando ela ressecada e desprotegida, gerando coceira e descamação”, explica Vanessa. 

De acordo com a dermatologista, as seguintes precauções podem ser eficientes: “nesses casos, o uso de hidratantes e óleos vegetais, sabonetes mais suaves e controlar a temperatura do banho são medidas eficazes”.

Continue navegando pela Biossance!

Saber os principais tipos de alergia na pele e suas causas é essencial. Os produtos da Biossance são livres de mais de 2.000 toxinas, o que diminui a chance de aparecer alguma alergia. Gostou desse conteúdo e quer aprender mais? Acompanhe as novidades do nosso blog!




×