Continuar Comprando

Complete sua compra:
Hidratante labial vegano com rosas e esqualano R$89
ESPÁTULA DE BAMBU BIOSSANCE R$25

Dermografismo: o que é, quais são os sintomas e como tratar

26 maio, 2022

Dermografismo: o que é, quais são os sintomas e como tratar

Em algum momento da sua vida, você ficou com marcas no formato de um arranhão ou de um objeto que entrou em contato com a pele de maneira mais ostensiva? Se a resposta for positiva, é bem possível que você apresentou dermografismo.

De acordo com um artigo de 2016, publicado pela revista Arquivos de Asma, Alergia e Imunologia, da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia, 15% a 20% da população já teve o caso agudo da doença pelo menos uma vez. A seguir, confira informações sobre o que é dermografismo, quais são os sintomas e como é o tratamento correto.

O que é dermografismo?

Também chamado de urticária demográfica ou urticária física, o dermografismo é uma doença que faz parte do grupo das alergias de pele. Geralmente, ele aparece em pessoas com sensibilidade cutânea que, após sofrerem uma pressão maior sobre a pele, apresentam inchaço no formato do elemento que causou a reação.

Não é verdade que o dermografismo tem cura, porém as reações mais fortes podem ser evitadas mantendo distância dos elementos causadores da alergia. No momento de crise, os efeitos podem ser aliviados com o uso de remédios antialérgicos.

Conheça os sintomas do dermografismo

Os sintomas do dermografismo surgem, geralmente, dez minutos depois do atrito e permanecem na pele durante 15 a 20 minutos, a depender do nível de sensibilidade da pessoa. Confira quais são os principais dados que definem a doença.

  • Marcas na pele em alto relevo de cor branca ou avermelhada;
  • Coceira, em alguns casos;
  • Inchaço no local onde aparece a marca;
  • Vermelhidão e aumento da temperatura local.

A noite é o momento em que a pele fica mais irritada, motivada por diversos estímulos. O mais importante é procurar o diagnóstico de um dermatologista, pois só ele pode identificar o que está causando a reação e qual será o tratamento mais adequado.

Possíveis causas do dermografismo

A ciência ainda não desvendou totalmente as causas do dermografismo. Porém, já foi observado que, em alguns casos, no momento do inchaço na pele, houve liberação inadequada de histamina das células, resultando nos sintomas citados acima.

Algumas interferências externas podem estimular o aparecimento da doença, como o estresse, a atividade física, o uso de anti-inflamatórios, banhos quentes e o uso de drogas. Consegue associar alguma dessas atividades aos sintomas na sua pele?

Qual é o tratamento?

A notícia boa é que, em grande parte dos casos, não é necessário usar medicamentos para o tratamento do dermografismo. Na maioria das vezes, os sintomas desaparecem sem precisar de intervenção. 

Contudo, se os sintomas persistirem e se apresentarem com grande intensidade, o correto é procurar atendimento médico. Nesses casos, a indicação é fazer uso de medicamentos anti-histamínicos. 

Ainda existem casos mais agressivos, cujos sintomas prejudicam psicologicamente o indivíduo. Ansiolíticos e antidepressivos podem ser prescritos pelo médico para trazer mais conforto ao paciente.

dermografismo.

Alternativas naturais 

Quando os sintomas são mais leves, é possível aliviar o incômodo causado pela doença com alternativas mais simples, acessíveis a qualquer pessoa. A velha conhecida alfazema, em forma de óleo, é ótima para acalmar a pele, além de produtos naturais como os presentes no Kit Pele Sensível da Biossance.

Para acalmar a pele, temos também o óleo 100% Esqualano. Além de reduzir a vermelhidão, ele vai hidratar instantaneamente, porque ele vai reter a umidade que a pele precisa para ficar saudável. É indicado para todos os tipos de pele!

As crises ainda podem ser evitadas com atitudes diárias que ajudam a ter uma vida mais saudável. Assim, ao mesmo tempo que previne o dermografismo, você tem a oportunidade de cuidar do corpo por inteiro, incluindo a mente. Confira como fazer isso.

  • Diminua o consumo de bebidas alcoólicas;
  • Não tome banhos quentes;
  • Evite passar por situações de muito estresse;
  • Opte por roupas mais frescas e confortáveis;
  • Inclua alimentos anti-inflamatórios (peixes, vegetais, chás-verdes, frutas e sementes) no cardápio;
  • Evite alimentos com corantes e conservantes.

Dúvidas sobre o dermografismo

Muitas vezes, quem sofre dessa alergia se vê com dúvidas sobre o que pode ou não fazer. Muitas pessoas buscam informações sem base científica e passam por situações que tornam o dermografismo perigoso.

Uma das dúvidas mais frequentes é: quem tem dermografismo pode fazer tatuagem? A verdade é que a ciência ainda não possui uma resposta definitiva para essa pergunta, apenas relatos de experiências que mostraram não haver problemas.

Em pessoas que apresentam sintomas mais intensos, o local da tatuagem pode coçar mais e por mais tempo que o normal. Por isso, o ideal é buscar orientação com o dermatologista, antes de realizar o procedimento.

Na Biossance, você encontra produtos livres de toxinas

Agora que você já sabe tudo sobre dermografismo, que tal passar a cuidar ainda melhor da sua pele? Deixá-la sempre hidratada e saudável evita problemas no futuro. Na Biossance, temos produtos livres de pelo menos 2 mil toxinas que podem agredir você e o meio ambiente. Acesse o site e confira nossos lançamentos.



×