Continuar Comprando

Complete sua compra:
Hidratante labial vegano com rosas e esqualano R$89
Guasha de Quartzo Rosa Biossance R$79

Fototipo: o que é, quais os principais tipos e como descobrir o seu

28 outubro, 2021

Fototipo: o que é, quais os principais tipos e como descobrir o seu

Quem aí ama aproveitar os dias ensolarados para dar aquele up no bronzeado? Para conquistar isso, é muito importante entender o que é fototipo e qual é o seu.  Saber mais sobre as características da nossa pele nos dá consciência sobre os cuidados que devemos ter com ela quando nos expomos ao sol.

Além dos diferentes tons de pele, classificáveis em claro, médio e escuro, cada um de nós possui um fototipo diferente. Portanto, mesmo pessoas com cores iguais podem apresentar reações diferentes ao sol. Para entender melhor sobre esse assunto, nossa dermatologista, Dra. Vanessa Ottoboni, nos deu algumas dicas!

Para começar: o que é fototipo?

Afinal, o que é fototipo? “Uma escala de classificação numérica dada para a reação de cada pele quando exposta ao sol, elaborada por Thomas B. Fitzpatrick. Ou seja, a classificação baseia-se na capacidade de cada pessoa em se bronzear, assim como, sensibilidade e vermelhidão quando exposta ao sol”, explica Vanessa.

Muitas pessoas pensam que essa classificação ajuda na escolha do tom de base e corretivo. Embora sejam conceitos parecidos, a intenção da escala feita por Thomas é mensurar a resistência da nossa pele em relação aos raios UVA e UVB. Contudo, ela pode ser um grande auxílio quando aliada aos subtons da pele. 

“Conhecendo o fototipo e também os subtons da pele, como amarelado, bege, rosado, avermelhado ou azulado, fica mais fácil de definir o tom da base, corretivo ou pó. Além disso, com os estudos de colorimetria, pode-se encontrar as cores/pigmentos de sombras e batons mais harmônicos para você”, diz a especialista.

Saber sobre esse assunto nos dá mais autonomia na escolha dos protetores e acessórios, e na proteção do nosso corpo contra queimaduras, bolhas, vermelhidão, envelhecimento precoce e até mesmo câncer.

Por que as pessoas têm diferentes tons de pele?

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, a cor da nossa pele está relacionada a diversos fatores. Como é o caso da pigmentação constitutiva, conquistada geneticamente, sem interferência do sol. Há também a cor facultativa, que é reversível e pode aparecer depois que tomamos sol.

Quais são as características de cada fototipo?

Como saber o fototipo da pele? A dica é conhecer as características de cada tipo e observar em qual deles você se encaixa. Para ajudar nessa missão, separamos algumas informações que devem ser atenciosamente estudadas. Vamos lá?

Fototipo 1

Esse primeiro tipo é caracterizado por uma pele bem clara, com sardas em alguns casos. Ela é extremamente sensível à exposição solar, ficando sempre queimada, e nunca bronzeada. Nesse caso, é recomendado não sair de casa sem aplicar um protetor solar com FPS 30. Essa é a famosa pele que não bronzeia.

As barreiras físicas também são importantíssimas para a proteção solar de quem tem esse tipo de pele. Se essa for sua classificação, use e abuse de acessórios como óculos escuros, bonés e chapéus para potencializar sua segurança. 

Fototipo 2

Embora aqui a pele também seja clara, ela apresenta um tom um pouquinho mais escuro que a versão anterior. As pessoas que têm uma pele com essa característica costumam ter cabelos loiros ou ruivos, além de olhos normalmente claros. 

fototipo

As particularidades são bem parecidas com a anterior, apresentando bastante sensibilidade ao sol. A maior diferença desse caso é a conquista do bronze que, mesmo de forma lenta, pode acontecer. Apesar disso, ela ainda está propensa a queimaduras solares. 

Fototipo 3

Essa terceira classificação é um pouco mais escura que as anteriores e já possui certa resistência ao sol. A região cutânea tem uma leve sensibilidade aos raios UVA e UVB, podendo bronzear com o tempo. 

Vale ressaltar que, mesmo com essa resistência maior, a pele pode se queimar sem a proteção adequada de um filtro solar FPS 30. Outro ponto de destaque é a sensibilidade que, nesse caso, é normal. 

Fototipo 4

A quarta classificação de Fitzpatrick apresenta um tom castanho-claro e maior resistência aos impactos solares. Bronzeia facilmente e queima muito pouco por ter sensibilidade normal ao sol. Encaixam-se nesse perfil pessoas que geralmente possuem cabelos e olhos escuros. 

Fototipo 5

Pessoas negras de pele clara são caracterizadas pela quinta classificação da tabela de Fitzpatrick. Aqui, elas raramente se queimam e sempre conquistam um belo bronzeado, já que possuem pouca sensibilidade ao sol. 

Isso não significa que estão dispensadas do uso diário do filtro solar. Pelo contrário, manter os cuidados é essencial para a saúde e o bem-estar da pele. Além disso, contar com barreiras físicas contribui positivamente na proteção.   

Fototipo 6

Totalmente pigmentada, essa pele conta com uma “proteção” natural ao sol, devido à quantidade de melanina produzida. As fibras de colágeno são mais densas e as glândulas sebáceas, maiores, produzindo bastante sebo. 

Do mesmo modo como foi explicado nas anteriores, é importante nunca se esquecer da fotoproteção. Afinal, além das queimaduras, a radiação solar pode trazer outros malefícios, como o envelhecimento precoce e o câncer de pele. 

Saiba mais sobre o mundo da beleza com a Biossance!

Como pudemos ver, entender sobre os fototipos nos dá mais consciência na hora de seguir sua rotina de cuidado com a pele. Gostou desse conteúdo e quer saber mais sobre o mundo da beleza? Dê uma olhadinha em nosso blog!




×