Continuar Comprando

Complete sua compra:
Espátula Rosé Gold R$49
Saquinho de Linho Tamanho G R$29

Rosácea: saiba tudo sobre essa condição

11 março, 2021

Você sabia que aquela vermelhidão insistente que aparece no rosto ao fim do dia pode ser um sinal de que você está com rosácea? Muito comum em mulheres acima dos 30 anos, essa doença crônica acomete a região central da pele. Além disso, pessoas com pele clara e histórico familiar têm maior tendência à condição.

Os sintomas costumam aparecer no centro do rosto, podendo se expandir para a testa, o nariz, o queixo e as bochechas. Apesar de as mulheres serem mais propensas a essa doença, os homens desenvolvem os estados mais graves dela. Quer saber mais sobre a rosácea e o tratamento dela? Acompanhe o post!

Quais são as causas?

Embora as causas da rosácea ainda não estejam completamente esclarecidas, ela é considerada uma doença multifatorial. São muitos os “gatilhos” que podem desencadear o quadro.

“A lista é longa e surpreendente, e inclui desde alimentos como carnes, queijos e iogurtes até bebidas alcoólicas e quadros de alterações emocionais, como estresse e ansiedade”, explica a Dra. Adriana Leite.

Entre os outros fatores que podem desencadear a rosácea estão:

  • chocolate;
  • molho de soja;
  • vinagre;
  • apimentados;
  • espinafre;
  • abacate;
  • banana;
  • tomate;
  • cítricos;
  • bebidas alcoólicas;
  • sensibilidade à cafeína;
  • exercícios físicos intensos;
  • sauna;
  • banhos quentes;
  • medicações que vasodilatam;
  • corticoides tópicos;
  • entre outros.

A predisposição genética, a desregulação neurovascular e as anormalidades no sistema imunológico também podem também contribuir para o surgimento dessa doença.

Quais os sintomas da rosácea?

A pele com essa condição é sensível e reativa por causa da hiper-reatividade vascular e do comprometimento da barreira cutânea. Há também um desequilíbrio na flora natural da pele, conhecido como microbioma cutâneo.

“Quando nossa barreira é integra, o microbioma está balanceado. Já quando há um desbalanço, os agentes que vivem em nossa pele também podem liberar agentes inflamatórios, o que intensifica o quadro”, explica a especialista.

“É por causa desses fatores que a cútis pode apresentar ressecamento, sensação de queimação ou ardor, e lesões inflamatórias, como pápulas e pústulas, frequentemente confundidas com acne e espinhas”, completa Dra. Adriana Leite.

Tem mais! A rosácea apresenta sintomas como o eritema centrofacial persistente, uma vermelhidão temporária, associada à intensificação do flushing, que é um rubor muito comum nesse tipo de pele.

Conte com a ajuda de um especialista

Evite tratar-se sem orientação médica. “Quando falamos em rosácea, as melhores opções são condutas enxutas e bem-direcionadas por um especialista. Nesses casos, menos é mais!”, alerta Dra. Adriana.

A rosácea pode piorar de acordo com a estação do ano?

Depois de entender um pouquinho mais sobre o que é rosácea, a questão que fica é: essa doença pode piorar de acordo com o clima? Sim, já que os sintomas podem se agravar por causa das mudanças bruscas na temperatura, como calor ou frio intensos, e até mesmo ventos fortes, ambientes muito úmidos, abafados e poluídos.

Como vimos acima, no verão a exposição solar pode ser um fator de piora, por isso, é sempre bom ter um protetor solar por perto. Já no inverno, a preferência por banhos quentinhos e o consumo de comidas e bebidas quentes, podem intensificar o quadro. Para minimizar isso, saber como tratar a rosácea faz toda a diferença.

Como é feito o tratamento da rosácea?

A Dra. Adriana explica que “a pesquisa [para o diagnóstico da rosácea] deve ser detalhada, pois a lista de agentes desencadeantes é extensa. Torna-se mandatório incluir na sua rotina alguns passos simples de skincare, como a limpeza suave, a hidratação e a proteção”.

Inclusive, é importante optar por um processo de limpeza sem sabão, óleos ou águas micelares. Mas como hidratar a pele com rosácea? Para manter esse cuidado, vale apostar em cosméticos com composições semelhantes ao pH natural da pele.

o que é rosácea


Ainda de acordo com a especialista, a fotoproteção deve ser feita diariamente e com um produto que tenha um FPS superior a 30. Além disso, é preferível que você invista em filtros solares com óxido de zinco ou dióxido de titânio, porque eles ajudam a evitar a irritação.

Um ponto crucial para se atentar durante a escolha dos seus cosméticos é a fórmula que eles possuem. Devem ser evitados os produtos à prova d’água, tônicos, adstringentes ou aqueles que contenham álcool, óleo de eucalipto, mentol, fragrâncias fortes, cânfora, ácidos de frutas, lauril-sulfato de sódio ou esfoliantes.

Dependendo do quadro clínico, você ainda pode contar com o auxílio de medicamentos tópicos ou orais. Outra opção é o tratamento feito com o uso de luz intensa pulsada ou lasers e toxina botulínica.

Como os produtos Biossance podem ajudar no tratamento?

Nossos produtos têm como base o esqualano, uma molécula extraída da cana-de-açúcar que é responsável pela hidratação e retenção de umidade na pele. Ele também é biocompatível e conta com um potencial sensibilizante baixo, o que é muito importante no tratamento da rosácea.

Pensando em tudo isso, o Óleo de Limpeza Antioxidante com Esqualano é uma ótima opção para a remoção de resíduos e impurezas. Como ele não contém sabão, você consegue fazer uma limpeza mais suave sem agredir a pele que já está sensível.

Para acalmar e refrescar a pele, temos a Bruma Tonificante com Ácido Hialurônico e Esqualano. Ela pode ser utilizada em qualquer momento nos períodos de crise da rosácea e do flushing. Outras vantagens são a suavização na aparência de linhas de expressão e a fixação da maquiagem.

Já a hidratação pode ser feita com os produtos 100% óleo esqualano, como o Gel Hidratante Pro.Bio, pois ele reduz a vermelhidão e as lesões inflamatórias. Outra boa opção para peles mais secas, já que possui um poder super-hidratante, é o Ômega Creme Reparador, pois tem efeito emoliente e anti-inflamatório, ajudando na recuperação da barreira cutânea.

Acompanhe o blog da Biossance!

Gostou de aprender um pouco mais sobre a rosácea? Então, se quer dar uma olhadinha em mais conteúdos como este, não deixe de acompanhar as nossas novidades! Aqui, no blog da Biossance, você encontra diversos outros assuntos que te ajudam a manter a beleza sempre em dia.


×