Continuar Comprando

Complete sua compra:
Hidratante labial vegano com rosas e esqualano R$89
ESPÁTULA DE BAMBU BIOSSANCE R$25

Saiba como identificar e tratar alergia à máscara de proteção

16 dezembro, 2021

Saiba como identificar e tratar alergia à máscara de proteção

Com a pandemia do coronavírus, tivemos que nos adaptar a uma nova vida, que inclui maiores cuidados com a higiene pessoal. Com eles veio uma nova questão: a alergia à máscara.

Recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), essa proteção pessoal deve ser usada com frequência; porém, quando mantida durante muitas horas, a máscara pode dar alergia e irritações. A boa notícia é que dá para evitar a situação com alguns cuidados simples. Confira!

Primeiramente: o que causa a irritação?

A alergia à máscara de tecido ou descartável geralmente acontece por alguns fatores, como o tempo de uso, o local onde você se encontra e a temperatura do ambiente. O seu tipo de pele também pode acabar potencializando a irritação, por isso é superimportante manter uma rotina de skincare.

Em duas horas de uso é possível sentir a umidade causada pelo contato do nosso rosto com o material da máscara. Essa umidade é a principal responsável pelo entupimento dos poros, resultando em lesões e infecções, como a acne. 

Vale lembrar que não são só as máscaras produzidas industrialmente que têm material sintético que contribui para essa condição; as caseiras de tecido também entram nesse grupo. Dessa forma, uma pessoa com atopia (tendência a manifestações alérgicas) tem ainda mais chances de desenvolver inflamações na pele.

Isso ocorre devido ao material usado na produção e também à lavagem — no caso das máscaras caseiras. Além de se informar sobre o uso correto dos tipos de máscara, é fundamental saber como higienizá-las, caso a sua opção de uso diário não seja descartável.

Quais são os principais sintomas da irritação?

Existem diferenças entre a pessoa que sofre por alergia à máscara e quem apresenta uma possível irritação causada pelo uso prolongado do item. Como saber diferenciar cada uma? A gente explica!

No caso da irritação, alguns fatores do ambiente em que você se encontra, como a quantidade de horas que passa com a máscara e a temperatura, podem ocasionar vermelhidão, coceira e descamação. Já no caso da alergia, condições pessoais como tipo de pele e tendências alérgicas deixam a superfície cutânea suscetível ao quadro.

Como amenizar os sintomas da irritação?

A área próxima ao nariz é a mais propensa à inflamação. Sendo assim, uma das dicas para evitar alergia à máscara descartável e à de tecido é apostar no uso de hidrocoloides (uma placa de gel). Para isso, basta fazer um recorte do tamanho do seu nariz para minimizar a pressão sobre a ponte nasal. 

Outra dica para quem tem alergia à máscara ou quer evitar possíveis irritações é fazer a troca durante o dia, especialmente se você trabalha com ela. O indicado é substituir sempre que perceber umidade no item. Assim, você evita o acúmulo de secreção sebácea, que pode causar acne.

alergia à mascara

Inclusive, já comentamos aqui sobre a “maskne”, nome popularmente conhecido da acne causada pelo uso de máscara de proteção. A principal razão disso é justamente o abafamento dos poros, gerado pelo uso frequente da máscara.

Quais cuidados uma pessoa com alergia deve ter?

Em geral, a máscara de tecido branco tem menos produtos químicos que as coloridas, sendo a opção 100% algodão a mais recomendada. Nós sabemos que passar a mão suja no rosto pode trazer diversos agravamentos na saúde da pele, e aqui não é diferente. Portanto, evite esse comportamento.

Como falamos anteriormente, manter uma rotina de skincare adequada ao tipo de pele é essencial, principalmente para quem tem alergia à máscara cirúrgica ou de tecido. Antes de colocar a sua peça, faça higiene, hidratação e proteção da pele e não se esqueça de repetir o processo ao chegar em casa. 

Não podemos nos esquecer da importância de consultar um dermatologista assim que os sinais de irritação começarem a surgir. Ele irá verificar o estado da sua pele e solicitar exames para entender a origem da condição. Esse cuidado é fundamental para descobrir o tratamento mais indicado para o seu caso.

Como lavar a máscara?

Para quem sofre com alergia à máscara e gosta de usar as opções de tecido, o ideal é fazer a higienização com sabão neutro e evitar o uso de amaciante de roupas, pois esse produto tem ativos que podem irritar a pele. Acabou de comprar a peça? Lave bem antes do primeiro uso, para que todas as substâncias sejam eliminadas. 

A higienização é bem simples. Primeiramente, molhe a máscara, coloque um pouco do produto e esfregue bem, tomando o cuidado necessário para não danificar o tecido. Em seguida, retire o sabão com água corrente e mantenha a peça de molho com alvejante sem cloro por 30 minutos. Enxágue novamente e deixe secar.

Tenha uma pele bonita e saudável com a ajuda da Biossance!

Evitar alergias com o uso de máscaras vai desde a escolha do material até os cuidados rotineiros com a pele. Precisa de produtos seguros e eficazes? No nosso site você encontra opções veganas, cruelty-free e livres de mais de 2 mil ingredientes tóxicos. Aproveite!

×