Continuar Comprando

Complete sua compra:
Hidratante labial vegano com rosas e esqualano R$89
Guasha de Quartzo Rosa Biossance R$79

Sardas: o que as causam e como cuidar?

23 agosto, 2021

Sardas: o que as causam e como cuidar?

Hoje em dia, é só abrir o Instagram que aparecerem várias pessoas esbanjando sardas, sejam verdadeiras ou feitas com maquiagem. Com uma popularização crescente nos últimos anos, essas pequenas constelações ainda geram muita dúvida em quem as tem naturalmente.

Por isso, o blog da Biossance preparou um conteúdo completo para explicar o que são as sardas e quais são os pontos de atenção quando elas estão presentes na nossa pele. Para saber mais, é só continuar a leitura!

O que são as sardas?

Sardas, ou como são chamadas por dermatologistas, efélides, são pequenas manchas de melanina, substância que dá cor à nossa pele: pessoas negras possuem mais que pessoas brancas, por exemplo. 

Nesse sentido, as áreas com taxas mais altas de melanina no nosso rosto são mais escuras e, por vezes, podem se distribuir de maneira a formar as sardas como conhecemos. Normalmente, esse tipo de fenômeno se desenvolve em pessoas com a pele mais clara e/ou predisposição genética.

Não nascemos com as sardas. Elas se desenvolvem com o tempo e a exposição ao sol, por isso é muito comum que algumas pessoas tenham mais manchinhas durante o verão que no inverno, as chamadas sardas de sol.

Sardas X manchas solares

Existem dois motivos para o que causa sardas: predisposição genética ou exposição solar, que podem vir separados ou juntos. O primeiro caso é um processo natural, em que o próprio organismo da pessoa produz a melanina em determinados locais, tanto no rosto quanto no restante do corpo.

Já no caso da exposição solar, as partes do corpo que, geralmente, têm mais contato com a luz do sol (como o nariz, o colo, as mãos e os ombros) acabam desenvolvendo essas manchinhas acastanhadas com o tempo. Então, como diferenciá-las de outros tipos de manchas causadas pelo sol?

Se essa é sua dúvida, não se preocupe: é bem fácil diferenciar as efélides das doenças. Por exemplo, para saber se a mancha no seu rosto é de melasma ou sardas, basta ver o tamanho. As sardas são pequenas, como um conglomerado do que é conhecido popularmente como pintas. 


sardas

Já o melasma forma manchas mais claras e maiores, com diferentes origens. Seguindo essa mesma lógica, é possível diferenciar os tipos de manchas da pele e o que as causaram dependendo de vários fatores. Se você tiver dúvida, é importante consultar um dermatologista de confiança.

Tenho sardas. Devo me preocupar?

Existe tratamento para sardas, mas é apenas por uma questão estética. Essas manchinhas são benignas e não podem se tornar problemas maiores, como câncer de pele, que é uma grande preocupação quando aparecem manchas na pele.

No entanto, assim como qualquer outra pessoa, quem tem sardas deve fazer uso constante do protetor solar. Mesmo que as pequenas constelações de melanina sejam um charme, acentuá-las expondo a pele ao sol sem proteção é uma prática muito perigosa.

Por isso, se você deseja ter sardas ou procura uma maneira de aumentar a quantidade e reforçar a coloração das suas manchinhas naturais, recomendamos usar a maquiagem como uma aliada. Hoje em dia, existem produtos voltados para esse fim, como lápis e delineadores.

Assim, você consegue acentuar sua beleza natural ou criar um visual novo sem machucar e danificar a sua pele. As sardas no rosto ou no corpo são benignas, mas problemas de pele podem surgir com a exposição solar excessiva (especialmente sem a devida proteção).

É possível se livrar das sardas?

Como comentamos acima, hoje em dia, existem tratamentos que podem minimizar a aparência das efélides, mas nenhum é eficaz a ponto de eliminá-las completamente. Com produtos uniformizadores, é possível deixar o tom da pele mais unificado, diminuindo a aparência e a recorrência de manchas de diversos tipos.

Além disso, existem peelings químicos ou tratamentos a laser e luz pulsada que podem ter o mesmo objetivo. No entanto, é importante reforçar que nenhuma dessas opções deve ser levada em consideração sem a aprovação e acompanhamento de um profissional.

Qual é a rotina de skincare ideal para quem tem sardas?

Não existe um cuidado especial para quem tem sardinhas ao longo do corpo. Basta seguir uma rotina diurna e noturna com, pelo menos, os três passos principais de qualquer skincare: limpeza, hidratação e proteção.

Se você tem outras questões com a sua pele e deseja controlá-las, é possível adicionar produtos conforme o resultado esperado. As sardas não determinam tipo de pele ou qualquer outra condição, por isso, todos os tratamentos são escolhidos de acordo com o seu objetivo final.

A Biossance cuida da sua beleza natural!

Se você tem lindas sardinhas ou não, a Biossance é o lugar ideal para construir sua própria rotina de cuidados. Por isso, não deixe de visitar nossa loja virtual e aproveitar nossas fórmulas amigas da natureza!


×