Continuar Comprando

COMPLETE SUA COMPRA
Lip balm vegano com rosas e esqualano 10g R$89

Skin positivity: conheça o movimento que incentiva a aceitação da pele “imperfeita”

19 novembro, 2020

Já faz um tempinho que vários movimentos vêm nadando contra os estereótipos e os padrões de beleza preestabelecidos pela nossa sociedade. O skin positivity, que em tradução livre significa “pele positiva”, é um exemplo disso.


A proposta dessa ação é falar sobre a aceitação da cútis, principalmente aquela com acne, rosácea, melasma ou qualquer outra condição. Até porque, o que importa de verdade é que a pele perfeita não existe, e isso depende de vários fatores. Continue a leitura para saber mais sobre o assunto!

 

Vantagens do skin positivity

Engana-se quem pensa que aderir ao skin positivity significa parar de usar filtros e maquiagens. O principal objetivo desse movimento é fazer homens e mulheres perceberem que não existe pele perfeita. É a partir dessa conclusão que conseguimos entender que não há motivos para sentir vergonha da “cara lavada”.


Esse pensamento positivo sobre a pele natural é, também, uma forma de acolher pessoas que não gostam de tirar fotos ou têm vergonha de sair na rua sem maquiagem, muitas vezes por conta de padrões pré-estabelecidos pela sociedade. 


Não à toa, esse movimento funciona como um grande incentivo para desenvolver confiança e autoestima nas pessoas, para que todos possam sair na rua sem make. E isso ajuda a construir uma sociedade mais inclusiva em diversos aspectos sociais e coletivos tornando o mundo mais empático e agradável.


Para fazer isso, esse incentivo da pele livre visa quebrar a ideia de que ter espinhas, rugas, manchas ou linhas de expressão não é algo natural. É importante entender que a nossa cútis nos acompanha em diferentes fases da vida, por isso, ela está em constante mudança. E tudo bem!


Portanto, o movimento também nos ajuda a entender que a pele com acne, vitiligo, rosácea, entre outras condições, tem, sim, a sua beleza e naturalidade. No entanto, isso não significa que ela não precisa de cuidados. O ponto é você se sentir bem, mesmo nos dias em que está sem maquiagem ou em fotos sem filtros.  

 

Principais influenciadoras desse movimento

Já deu pra ver que o skin positivity é uma ótima iniciativa para te ajudar a se enxergar com mais carinho, não é? Para se inspirar ainda mais, veja a seguir algumas influenciadoras que são adeptas a esse movimento.

 

Preta Araujo (@pretaraujo)

Além de ter uma conta no Instagram que aborda diversos assuntos do universo feminino, a Preta também tem um canal no Youtube. Por lá, ela fala sobre temas como aceitação da pele e do cabelo, além de racismo e sexualidade.

 

Julia Maria Vecchi (@junovecchi)

A beleza natural de cada pele é um dos assuntos comentados por Julia em seu Instagram. Mas não para por aí: ela também fala sobre pautas como autoestima, corpo gordo, e dá diversas dicas de looks e acessórios. 

 

Barbarhat Sueyassu (@barbarhat)

A Barbarhat usa suas redes sociais para promover a conscientização sobre a pele com vitiligo, a fim de ajudar mulheres que têm autoestima baixa por causa das manchinhas pelo corpo. 

 

Mônica (@monicasantosrv)

A Mônica fala sobre o acne positivity e compartilha sua trajetória com cuidados conscientes, sem uso de medicamentos, como isotretinoína (usado no tratamento de acne severa) e anticoncepcional. Além disso, ela também fala bastante sobre amor-próprio. 

 

Natalia Cavalcante (@nc.make)

Maquiadora especializada em pele negra, essa influencer usa a beleza como uma ferramenta para dar um up na autoestima de diversas mulheres. Ela também acredita que em vez de esconder, a maquiagem pode valorizar nossas cicatrizes. No Instagram, Natalia mostra seu processo de autocuidado e as produções que faz em outras mulheres. 

 

Minha segunda pele (@minhasegundapele)

O perfil “Minha segunda pele”, criado pela Bruna Sanches, traz histórias, desenhos e informações sobre vitiligo. A ideia da autora é criar um espaço para discutir o assunto e incentivar a representatividade dentro desse movimento. 



#Freethepimple (@freethepimple_)

Esse perfil gringo reúne uma série de relatos, dicas e publicações que usam a tag #freethepimple, que em português significa “torne as espinhas livres”. Por lá, você encontra várias histórias inspiradoras. 

 

Lou (@lounorthcote)

Criadora do perfil que citamos acima, a Lou fala sobre sua história de aceitação das espinhas, que dura mais de sete anos. Ela também dá várias dicas sobre skincare, maquiagens e assuntos relacionados ao mundo da beleza. 

 

Kéren Paiva (@kerenpaiva)

Por fim, a Kéren Paiva é outra influencer que fala abertamente sobre sua história com a acne. Inclusive, ela posta apenas conteúdos sobre assuntos relacionados a isso, que vão desde experiências até mensagens empoderadoras. 

 

Acompanhe o blog Biossance!

Agora que você já sabe tudo sobre skin positivity, que tal dar uma olhadinha nos demais conteúdos que nós temos disponíveis aqui, no blog Biossance? Assim, você fica por dentro de tudo sobre sustentabilidade, clean beauty e muito mais. Aproveite nossos conteúdos e boa leitura!



Ver artigo completo

Blue beauty: tudo sobre este novo movimento da beleza sustentável
Blue beauty: tudo sobre este novo movimento da beleza sustentável

por Ivy Sanches 30 novembro, 2020

Conheça os benefícios da aromaterapia
Conheça os benefícios da aromaterapia

por Ivy Sanches 27 novembro, 2020

Entenda o FoMO: medo de ficar de fora
Entenda o FoMO: medo de ficar de fora

por Ivy Sanches 25 novembro, 2020

×